top of page

Marina Helou mostra propostas para as mulheres do estado de SP


Uma das pautas prioritárias de Marina Helou, candidata à reeleição como deputada estadual em São Paulo, é a defesa dos direitos da mulheres. Isso porque ela acredita no papel e no potencial de cada menina e mulher, e que somente com políticas públicas que defendam os direitos das mulheres a sociedade poderá avançar. Durante seu primeiro mandato, a deputada já mostrou muitas conquistas para as mulheres no estado de São Paulo e como candidata à reeleição quer fazer muito mais.


Veja as propostas de Marina Helou para as mulheres de SP:

Uma das pautas prioritárias da deputada Marina Helou é a defesa dos direitos das mulheres. (Foto: Assessoria)

Garantir escolas sem assédio


Só entre 2014 e 2017, São Paulo notificou 967 casos de assédio e/ou abuso sexual nas escolas estaduais. Para uma educação de qualidade, as escolas devem ser espaços de estudo, acolhimento e desenvolvimento. Por isso, Marina Helou é autora do Projeto de Lei 186/2022 que garante o enfrentamento ao assédio em ambiente escolar no estado de São Paulo e quer continuar na luta junto com estudantes para que ele seja aprovado como lei.


Enfrentar a gravidez não planejada na adolescência


Mais de 17 mil meninas de até 14 anos foram engravidadas em 2021. E ainda que as taxas de gravidez na adolescência tenham sido reduzidas nos últimos 20 anos, os números são alarmantes, especialmente entre as meninas negras. Marina Helou vai continuar na luta pelo enfrentamento à gravidez não planejada porque ela impacta diretamente no acesso das meninas à saúde, educação, geração de renda e acentua a desigualdade de gênero no país.


Gerar renda para mulheres e mães


Durante a pandemia, as mulheres foram as mais afetadas pela perda de renda e trabalho, especialmente as mulheres negras. Durante seu primeiro mandato, a deputada Marina Helou trabalhou ativamente para incluir emendas em projetos de geração de renda que circularam na ALESP, para que estes dessem prioridade absoluta às mulheres, especialmente mães solo. Essa será mais uma de suas prioridades nos próximos quatro anos caso reeleita.


Acompanhe o trabalho da deputada nas redes:





bottom of page