Emendas 2022 - Votacao - Header Wix.png

+ Ecoponto

Itatiba

Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Agricultura

Resumo

Problema a ser solucionado: atender a uma região que não possui Ecoponto. Diminuir a sobrecarga dos Ecopontos vizinhos que atendem a região “orfã” de Ecoponto.
Ações propostas: Implantar um Ecoponto, com a seguinte estrutura mínima: uma placa de identificação do serviço, uma guarita com banheiro, três baias de alvenaria, 4 caçambas estacionárias (capacidade 5 m³), cerca em todo perímetro, um portão com cadeado, caixa elétrica (para ligação de energia). A proposta é receber as mesmas classes de resíduos atualmente recebidos nos Ecopontos existentes:
- resíduos da construção civil de pequenas obras/reformas (máximo de 1 m³ por munícipe por semana): madeira, concreto, terra, metal;
- resíduos volumosos/inservíveis: móveis e sofás desmontados, colchões;
- resíduos eletroeletrônicos: TV’s, impressoras, computadores;
- resíduos recicláveis: papel, papelão, plástico, vidro, isopor limpo
Realizar ações de educação ambiental e publicidade do novo Ecoponto.
Metodologia de atuação: continuar com os registros de usuários dos Ecopontos e de controle de saída de caçambas dos Ecopontos. Continuar com os monitoramentos anuais dos locais de descarte irregular.
Tempo: Por se tratar de um serviço público dentro da Coleta Seletiva, os Ecopontos tem operação contínua.
Recursos previstos: Valores referentes a implantação de um Ecoponto = R$ 124.000,00
Resultados esperados: diminuição do número de descarte irregular, aumento do número de registros de usuários dos Ecopontos, diminuição da quantidade de resíduos coletados dos pontos de descarte irregular.
- Construção de um Ecoponto com a estrutura mínima [(uma placa de identificação do serviço, uma guarita com banheiro, três baias de alvenaria, 4 caçambas estacionárias (capacidade 5 m³), cerca em todo perímetro, um portão com cadeado, caixa elétrica (para ligação de energia)] (valor aproximado) - R$ 124.000,00

Experiência

O sistema de coleta seletiva de Itatiba é constituído basicamente por coleta porta-a-porta e uma rede de 5 Pontos de Entrega Voluntária (“Ecopontos”). Os materiais coletados são encaminhados para a Cooperativa Reviver, que realiza a triagem e comercialização junto à indústria de reciclagem.
Ao final do ano de 2016, os Ecopontos foram concebidos e implantados para tentar atender a demanda da população por uma coleta diferenciada de pequenos volumes de resíduos, como entulho (resíduos de construção civil), “catabugiganga” (resíduos volumosos), madeiras, materiais recicláveis (papel, plástico, vidro, papelão, isopor limpo) e eletroeletrônicos, e estão situados em bairros predominantemente residenciais, sendo eles: Porto Seguro, Jardim Nações, Jardim Novo Horizonte, Jardim Vitória e San Francisco.
O município segue crescendo e novos projetos de loteamentos expandem sua área urbana. O vetor de crescimento urbano aponta para a região nordeste do município, a qual carece de Ecoponto e se encontra distante dos atuais existentes. Um novo Ecoponto nessa região ocuparia um “vazio” da rede de Ecopontos, diminuiria a sobrecarga dos Ecopontos Jardim Nações e Novo Horizonte e disponibilizaria à população local um serviço de coleta diferenciada.
Desde 2017, a prefeitura realiza, anualmente, o monitoramento dos locais de descarte irregular. De acordo com o mapeamento desses locais, nota-se que a maior concentração de pontos está situada no perímetro da região central do município, coincidindo com as áreas dos novos projetos de loteamentos. Em média, o município coleta 40 toneladas por mês de resíduos inservíveis destes pontos de descarte irregular.

Público Alvo

De acordo com o IBGE, estima-se que a população de Itatiba seja de aproximadamente 122.581 habitantes.
Com a implantação de um novo Ecoponto, seria possível atender parcela significativa da população atual e parte da população futura dos novos loteamentos, em uma região que ocorre descarte irregular e que ainda não dispõe do serviço de coleta diferenciada por entrega voluntária.
Ações de educação ambiental promovendo o uso do novo Ecoponto e maior adesão à Coleta seletiva serão necessárias.