LAB Baixada pelo Clima
Instituto Procomum
Santos
Resumo

A Baixada Santista figura como uma das regiões do Brasil cujos efeitos da crise climática são dos mais expressivos, por sua localização costeira. Os efeitos do aumento do nível do mar já são perceptíveis em eventos extremos de ondas, tempestades e ressacas. Há alguns anos, a região vem sofrendo com o aumento de inundações e deslizamentos, como a tragédia ocorrida nas cidades de Guarujá, São Vicente e Santos, em 2020, que deixou 39 mortos e 41 pessoas desaparecidas.
Santos, cidade polo da região metropolitana, foi a primeira do país a produzir um plano municipal de mitigação das mudanças climáticas que instituiu um conselho específico para tratar do tema. Ainda assim, o poder público não tem considerado o plano como base para elaboração de políticas públicas. A região também é marcada por forte presença indígena e de áreas remanescentes de mata atlântica que sofrem com a pressão econômica.
São poucos os agentes da sociedade civil organizada efetivamente mobilizados em torno da causa. Em 2019, em parceria com as Nações Unidas, iniciamos um esforço de mobilizar artistas, criadores e fazedores para a importância do tema em suas vidas e criamos, com chamada pública, o LAB Mudanças Climáticas juntamente ao projeto Mark My City que teve edições em 2020 e 2021, convocou em ambas as edições 30 participantes e gerou como resultado a escolha de 3 protótipos que receberem o mini-grant no valor de R$1.500,00 para o desenvolvimento de sua ideia.
Sendo as pessoas das comunidades os grandes vetores de atuação nos territórios que mantêm o tecido da vida em situações de crise extrema, é crucial o protagonismo delas para atingir os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS). Com o LAB Baixada pelo Clima iremos apoiar adaptações já realizadas na Baixada Santista, para que sejam amplamente impactadas e melhoradas com a contribuição de uma perspectiva multidisciplinar como as metodologias que o Instituto Procomum promove.

Header - VOTE_Prancheta 1.png

Votar em LAB Baixada pelo Clima

Confirme aqui o seu voto no edital.