top of page

Marina Helou mostra propostas para as crianças do estado de SP


Uma das pautas prioritárias de Marina Helou, deputada estadual em São Paulo e candidata à reeleição, é a Primeira Infância. Isso porque estudos já comprovam que investir nessa fase da vida, que vai dos 0 aos 6 anos, é a melhor forma de garantir adultos com mais oportunidades, saudáveis e que estimulam a economia do país.


Durante seu primeiro mandato, a deputada já mostrou muitas conquistas para as crianças no estado de São Paulo e como candidata à reeleição quer fazer muito mais.


Veja as propostas de Marina Helou para a Primeira Infância de SP:

A deputada estadual Marina Helou com seus dois filhos. (Foto: Assessoria)


Ampliar o orçamento para infância


Estudos mostram que o investimento público na Primeira Infância é o mais inteligente para garantir uma sociedade mais próspera e com dignidade. A Constituição Federal já prevê que as crianças devem ser prioridade absoluta. Em São Paulo, Marina Helou é autora de um Projeto de Lei que estabelece que os orçamentos públicos sejam elaborados de forma a se permitir a identificação dos recursos investidos para as crianças, o que hoje não é feito. Além de tornar o orçamento identificável, ela irá trabalhar pela ampliação dos recursos investidos na infância.


Garantir que todas as crianças estejam na escola


Durante a pandemia, a evasão escolar aumentou em 171% no país. Pesquisas mostram que a evasão foi ainda maior nas zonas rurais e entre as crianças negras. Marina Helou quer melhorar as políticas públicas de cooperação entre o estado e municípios paulistas para, de forma multidisciplinar, aumentar as equipes que buscam as crianças fora da escola. Mas para além de garantir as matrículas, ela acredita que é preciso também promover qualidade de educação, envolvendo vários setores da administração pública e da sociedade.


Prevenir o Suicídio Infantojuvenil


Segundo o Unicef, estima-se que 1 em cada 6 meninas e meninos entre 10 e 19 anos no Brasil viva com algum transtorno mental, parcela mais exposta ao risco de automutilações, depressão e suicídio. A preocupante situação se intensificou na pandemia, devido ao isolamento social. A deputada Marina Helou propõe a criação de uma política estadual de promoção da saúde mental de crianças e adolescentes, que fomente e integre a rede de atendimento, articulando políticas de educação, saúde e assistência social, oferecendo formação de ponta aos profissionais desses campos.


Bolsa Neném

Muitas mulheres são obrigadas a abandonar seus postos de trabalho quando ficam grávidas ou são demitidas após voltar do período de licença maternidade. Ou ainda, sem licença maternidade garantida, têm que retornar ao trabalho nos primeiros meses - ou dias - após o parto, trazendo prejuízos na amamentação da criança, no estreitamento de vínculos mãe-bebê, bem como uma falta de assistência ao puerpério. Por isso, a deputada Marina Helou propõe a criação do Bolsa Neném, uma transferência de renda às mães de crianças de até 4 meses que não possuem direito à licença-maternidade remunerada, dando prioridade às mães solo e mães negras.


Acompanhe o trabalho da deputada nas redes:





Comentários


bottom of page